Pesquisar este blog

domingo, 25 de janeiro de 2015

NIETZSCHE



  “Todos os filósofos têm em seu ativo esse defeito comum de partir do homem atual e pensam, fazendo uma análise do mesmo, chegar ao objetivo. Involuntariamente o ‘homem’ lhes aparece como aeterna veritas, como um elemento estável no meio de todos os turbilhões, como uma medida segura das coisas. Mas tudo o que o filósofo enuncia sobre o homem nada mais é, no fundo, que um testemunho sobre o homem num  espaço de tempo muito limitado. A falta de sentido histórico é o defeito original de todos os filósofos”.


(FRIEDRICH NIETZSCHE, Humano, demasiado humano).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Filosofe conosco. Mas saiba que filosofia pressupõe ser refutado. Respeite o direito de cada um. Seja educado. Lembre-se que debatemos ideias e não pessoas. A liberdade de expressão não livra o sujeito dos ditames legais.